Intervenção cirúrgica que pretende minimizar o impacto estético e funcional das cicatrizes na correção de lesões diversas.

Tumores de Pele (cancros, neoplasias)

Estes diagnósticos são, habitualmente, feitos por dermatologistas ou médicos de família. Estes profissionais após a suspeita do diagnóstico encaminham os utentes para o cirurgião plástico, com o objetivo de remover e analisar a lesão.

A experiência do cirurgião plástico permite que a lesão seja removida com o menor impacto estético possível, nomeadamente, na subtileza das cicatrizes.

Entre as lesões mais comuns estão os melanomas, os carcinomas basocelulares (basaliomas) e os carcinomas espinocelulares. O diagnóstico deve ser o mais precoce possível para um melhor prognóstico do tratamento. Para otimizar os resultados, exponha todas as suas inseguranças ao seu médico assistente e ao seu cirurgião plástico, pois eles acompanhá-lo-ão durante o processo.


Lóbulo de Orelha Bífido (rasgadura, fissura)

O uso contínuo de brincos pesados, traumas desportivos ou outros podem provocar fissuras e outras lesões nos lóbulos das orelhas. Estes procedimentos corretivos permitem voltar a usar brincos e melhorar a aparência no geral. A cirurgia para reconstrução é simples e rápida.


NOTAS IMPORTANTES
Sedação: Anestesia Local.
Recuperação: Depende da velocidade de cicatrização de cada indivíduo.