Área da Medicina Dentária que se dedica à correção das posições dentárias (má oclusão) e ao equilíbrio da relação dos maxilares, ou seja, é responsável pela resolução de problemas no alinhamento dos dentes e assimetrias dentofaciais.

A correção destes problemas pelo ortodontista passa, frequentemente, pelo uso de aparelhos fixos e/ou aparelhos removíveis, contribuindo para a qualidade de vida dos indivíduos por variados motivos.

1. A higiene dos dentes tortos ou que não se encaixam corretamente é menos eficiente o que pode resultar na sua deterioração, perda ou doença periodontal.
2. Os dentes com alinhamento débil provocam stress adicional nos músculos responsáveis pela mastigação causando síndrome da articulação temporomandibular e dores de cabeça. Em casos mais graves as dores podem estender-se ao pescoço, ombros e costas.

As soluções atuais são cada vez mais eficientes, confortáveis e discretas. A evolução da ortodontia, e dos aparelhos dentários, nos últimos anos, permite aplicar novas técnicas e recorrer a novos materiais para sorrisos harmoniosos e saudáveis.
A escolha do tipo de aparelho é feita de forma personalizada e adaptada aos objetivos do tratamento.
Diferentes soluções de aparelhos dentários:
   – aparelho convencional com brackets metálicos ou cerâmicos transparentes
   – aparelho autoligável metálico ou cerâmico transparentes
   – aparelho Invisalign (transparente e removível). Esta é a mais recente e mais inovadora técnica em ortodontia, permitindo a correção dentária com aparelhos quase invisíveis.